Site criado por Studi Grège Arte e Criação Digital                                                               studio@grege.com.br

Persa

O gato persa é uma das raças mais antigas e remonta as históricas Pérsia e Turquia. Sua pelagem longa, luxuriante e esvoaçante tem uma miríade de cores e seu rosto singular com grandes olhos redondos de cobre é aberto e doce. Tem um corpo curto e robusto e pernas curtas, como pequenos troncos de árvores, para apoiar sua construção maciça. O Persa é um animal de estimação popular desde o século XIX e sua popularidade permanece em alta até hoje. Estes são os gatos que decoraram os salões dos dias da rainha Victoria e estão nos sonhos de todas as meninas que querem um gatinho fofo como animal de estimação.

Não se deixe enganar por sua aparência! Os persas são extremamente inteligentes e se comunicam com você com seus olhos expressivos e esperam que você entenda os desejos deles. Caso contrário, o olham com incredulidade, afinal como assim você não os entendeu...

* Fonte site https://www.tica.org

 

Personalidade

O persa tem uma natureza doce e gentil e combina facilmente com a maioria das famílias. Eles são criaturas de hábitos e preferem uma atmosfera calma e manuseio suave. Eles são felizes por serem penteados e acariciados por crianças, mas é improvável que participem de brincadeiras barulhentas com eles. Eles têm vozes calmas e musicais, mas se comunicam principalmente com seus grandes olhos expressivos. Eles gostam da segurança do chão e dificilmente serão vistos escalando estantes. Eles brincam ansiosamente com um brinquedo, mas ficam igualmente felizes em se posicionar decorativamente em um local favorito. O gato Persa não exigirá sua atenção total, mas ficará muito feliz com sua atenção. São gatos gentis e tranquilos, que apesar de ficarem confortáveis quando sozinhos, ficarão imensamente felizes com o seu retorno ao fim do dia.

 
 

História

A raça Persa existe há séculos. Sabemos disso pois existem até referências hieroglíficas a um gato de pelo longo na região. As origens exatas nunca serão conhecidas, mas sabemos que as primeiras exposições de gatos na Grã-Bretanha incluíam gatos persas. Esses primeiros criadores de gatos definiram o padrão que daria ao Persa sua aparência moderna. Os persas de hoje parecem-se pouco com os persas do passado. Em 1900, os americanos estavam importando gatos persas da Grã-Bretanha e sua popularidade continuou a crescer em todo o mundo, à medida que a criação de gatos começou a crescer também. Persas azuis e Persas de prata eram particularmente populares. A Sra. Clinton Locke (Lockehaven) foi uma das primeiras criadoras nos Estados Unidos a ganhar exposições com gatos como seu macho de prata Lockehaven Smerdis (1900), sua fêmea azul Melrose Lassie (1901) e seu macho azul Romaldkirk Lupin (1902). A cor bocolor no Persa só foi reconhecida mais recentemente, mas existe desde o início da raça. Sabemos por Frances Simpson (1903) que os bicolores foram mostrados, mas não eram populares na Inglaterra. Sua popularidade diminuiu na América do Norte também durante os primeiros anos. Hoje, esses Persas bicolores são uma das cores mais populares.

* Fonte site https://www.tica.org

 
nossas mamães e papais Persa